terça-feira, 1 de março de 2016

Escultura




Esculpindo ponto a ponto
Enlaçando corações
Desejos carnais
Plastificado em relevo
Nosso amor.
Numa simbiose perfeita
O corpo volta a viver
Sentimento a bater
Em argila, cera e madeira
Constrói-se a id
Todo formato consonante se esvai
Num riso pictórico
Na construção pitoresca
Nosso ardor
Uma missão a cumprir
Uma voz toante a reagir
Uma audição hiperbólica
Um sopro do seu criador
A modelar com perfeição
O corpo nu recuperado
Arquitetura dum deus vivo

Mitologia e nitroglicerina pura.

18 comentários:

  1. Somos geralmente esculpidos à imagem que a sociedade nos impõe, mas quando conseguimos sair desses padrões e nos esculpir traçamos nosso caminho com felicidade.... 😂

    ResponderExcluir
  2. Visualizar é esculpir com a mente...
    Abraços, Josanf!

    ResponderExcluir
  3. "Arquitetura dum deus vivo"... objeto da criação que segue modelo que habita o coração. Belo, Jasanf! Tinha saudades do seu espaço, tão rico, e foi com alegria que o recebi. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Me alegrou as suas palavras e vim até aqui,pois tem poesia muito boa, e li algumas.
    Seja sempre bem vindo.
    António.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esculpir ponto a ponto e deixar brotar nossa essência.
    Obrigada por sua visita, gostei de conhecer seu espaço.
    Sônia

    ResponderExcluir
  6. filosófico, amoroso e gótico.
    agradeço visita e comentário.

    abraço.

    ResponderExcluir
  7. Ao retribuir sua visita e comentário deparei-me com bela poesia e excelente blog . Obrigada . Abraços

    ResponderExcluir
  8. Reflexivo e delicado!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  9. As esculturas falam muito dos seus criadores.
    Quem escreve também, diz e expressa o seu íntimo.
    Obrigada pela visita no Ciranda de Frases.
    Poema profundo!
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. E do teu sopro a carne virou verbo novamente. Lindo poema!

    ResponderExcluir
  11. E do teu sopro a carne se fez verbo outra vez. Lindo poema!

    ResponderExcluir
  12. Esculturando a Poesia, materializa-se o sentimento e o pensamento. Ambas as criações são Arte Poética.
    Muito bom, Amigo.

    Abraço
    SOL

    ResponderExcluir
  13. Não temos de obedecer às imposições da sociedade, mas temos de ser delicados e educados para ouvir, calar com um sorriso e esquecer!

    E continuamos assim nosso viver!

    Muito bom o que escreveu!

    Maria Luísa Adães

    ResponderExcluir
  14. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  15. uma deusa fora dos padrões comuns. no mínimo mto reflexivo, seu post.

    ResponderExcluir