quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Momentos enfadonhos

Estamos fadados de emoções
e o entusiasmo bate à porta do coração.
Tento dizer “Olá!”, “Tudo bem?”
mas me emudeço pouco a pouco
e a coragem se esvai lentamente.
Quero gritar
na ronda
na louca onda
repleta de sal.
Estamos desacreditados de sentimentalismo.
O cérebro eletrônico ora por nós,
escuta-nos metafisicamente
numa distância exorbitante.
Tudo é mecânico, repetitivo e contrito,
mas mesmo assim me perco na escuridão.
Grande e tenso enfado!

3 comentários:

  1. "Olá Jasanf"!

    Tudo bem? Concordo com você!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Apertamos o automático


    Perdemos o melhor da vida


    bjka

    ResponderExcluir
  3. E assim temos de perder esses enfados e seguir a vida em frente...

    ResponderExcluir