quarta-feira, 30 de março de 2011

Alimento

Beijos, afagos, carícias
acumulam-se
em atos desenfreados.
Se eu abrir a janela do quarto
você deixaria a cigarra entrar e cantar?
Não saia mais do tom,
desfrute de paixões avassaladoras.
Chamem os beija-flores
para se alimentar de néctar
na palma de sua mão.
Que haja a transubstanciação
de palavras, pólen e mel.

10 comentários:

  1. E...que venha o bem-te-vi, o sabiá, a cigarra...porque não?
    Bj*

    ResponderExcluir
  2. Ame sem medo e sem amarras
    viva o sentimento com plenitude
    sabedoria, e paz no coração.



    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Que delicadeza de poema! Apaixonante

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema Jasanf!.. Certamente que o alimento mais nutritivo é o que vem acompanhado da pureza dos sentimentos!.. Gostei deste seu cantinho [:)]
    Seguindo-o!!!

    Beijocas em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  5. Olá menino
    Montastes um cenário digno de um grande amor.
    Bjão

    ResponderExcluir
  6. Os beija-flores são encantadores, bem como seu poema.
    Abraço
    OA.S

    ResponderExcluir
  7. Oi Jasanf, tem uma agradecimento para você em meu post

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do seu blog, Jasanf. Parabéns!
    : )
    ___
    http://extensaosaladeartes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. é entregar-se.. viver!
    lindos versos..
    beijos perfumados

    ResponderExcluir
  10. Sentimentos se adensando até que se concretizarem em volúpia...Alterna suavidade e agressividade,e ainda assim se harmoniza...Bacana!Belo blog!

    ResponderExcluir