sábado, 15 de maio de 2010

Mercado da ilusão


Vou ao mercado da ilusão para encontrar beijos molhados para a noite de meu bem. Lá há os melhores anjinhos para guardar nosso amor. Portanto, não há necessidade de roubá-los de mim, já que existe o bonde do entusiasmo para levá-lo ao Céu e deparar-se com a ilusão. Escolha-a com cautela e animação para que consiga o mais importante de todos os afetos e sentimentos.
Ao chegar lá, feche os olhos, conte até três e comece a escolher o que lhe desejar. Não se preocupe com os alavancos do teletransporte da imaginação nem com as sacudidas, pois precisará revestir-se da mais interessante quimera para achar o que almeja. Boa sorte nessa caminhada e não se esqueça de usar o cinto de segurança para não se prender no espaço sideral dos desejos. Vá e volte seguramente, mas para chegar será necessário se esvair do todo mal para que o bem se estacione em seu coração e consiga encontrar o que procura: a felicidade.





Um comentário:

  1. A musa da Controvérsia19 de maio de 2010 13:53

    Isso me parece um texto feito na calada da noite quando vc quer falar de algo só para escrever algo.Assim como quando vc fica com vontade de comer algo que não sabe o que é e acaba comendo qualquer coisa, mas a vontade não passa. Tenho certeza que se vc buscar na sua essência vai se surpreender com a criação.

    ResponderExcluir